RIMA contribui para apoio a profissionais de saúde

No momento de grande constrangimento que atravessamos, à escala nacional e enquanto comunidade global, multiplicam-se as entidades que “cerram ­leiras” no combate à COVID-19, “desviando” a sua produção regular para fabrico de materiais de prevenção do contágio, nomeadamente suprindo faltas identifi­cadas pelo SNS.

No espírito de cumprimento de um dever cívico, a RIMA, empresa do universo SUMA gestora do aterro de resíduos de Lousada, contribuiu com 170 Kg de materiais de suporte à produção de viseiras de proteção para utilização pelos pro­fissionais de saúde.

Os materiais, velcro e elástico, provenientes da indústria têxtil e triados para possível valorização, foram entregues à empresa Quadrivale, habitual produtora de quadros elétricos, servindo o produto fi­nal de proteção a médicos e enfermeiros do Hospital Padre Américo, em Penafi­el, e do Hospital de Santa Maria da Feira.

Desta forma, para além da mobilização para um objetivo emergente comum, a RIMA volta a comprovar que é possível a conciliação da prática de reutilização com a supressão de reais necessidades.