E para a SUMA, não vai nada, nada, nada?! Tudo!

No dia 5 de maio, Coimbra cumpriu novamente a tradição que representa um dos pontos altos da sua Queima das Fitas, e que em todas as suas edições reúne milhares de estudantes, visitantes e curiosos: o cortejo académico.

Entre veículos da Universidade e do Instituto Politécnico, este ano, foram mais de 100 os carros alegóricos que desfilaram pelas ruas da cidade, deixando o já habitual rasto de resíduos, prontamente recolhidos pela SUMA, que seguia no seu encalço. Por forma a garantir a devolução dos níveis de higiene e de qualidade de vida aos seus habitantes, e aos muitos visitantes da cidade nesta época, durante a madrugada, foi ainda efetuada a lavagem dos arruamentos percorridos pelo cortejo.

À prestação deste serviço foi afeta uma dúzia de viaturas e 75 elementos humanos, que recolheram 30 toneladas de resíduos, sendo mais de 21 compostas por embalagens, triadas e encaminhadas para reciclagem.

Com um recente contrato de prestação de serviços no município coimbrense, com longevidade de cinco anos, a SUMA tem também vindo a reforçar a sua presença neste concelho através de adjudicações com organizações de distintos âmbitos de atividade.