Pétalas de cidadania invadem sede e RIMA

A brincadeira de infância de desfolhar uma margarida ao ritmo do “Bem-me-quer, Malmequer, muito, pouco ou nada” é o conceito que está na base de mais uma campanha de sensibilização promovida pela SUMA para o correto acondicionamento e deposição de resíduos, desta vez concentrada na população interna da empresa, nas suas instalações da sede, e na sua participada RIMA, no seguimento do compromisso da organização com a formação e sensibilização dos seus trabalhadores e de pessoas frequentadoras dos seus centros enquanto produtores de resíduos.

Partindo da premissa de que as práticas de urbanidade em espaço público determinam o respeito que cada um tem por si, pelos outros e pelos equipamentos que utiliza, a campanha “Bem me Quero” foi operacionalizada através de autocolantes de chão em forma de pétalas, que realçam a relação entre o direito de usufruir destes lugares e o dever de os manter, por via de uma intervenção responsável, cumprindo e fazendo cumprir as regras de higiene, de prevenção da produção de resíduos e do seu correto encaminhamento, quer para eliminação, quer para valorização.

A abordagem procura, ainda, algum esforço de desmistificação da crença generalizada de que o comportamento individual não contribui para uma melhor gestão central e local dos recursos nacionais, que decorrem da cobrança de impostos e outras taxas obrigatórias.

A nível nacional, esta campanha iniciou o ciclo letivo de 2015/16 com intervenção nos jardins-de-infância de Vila Nova de Gaia através de uma vertente didática centrada em ações de correspondência e associada à exploração de um puzzle de grandes dimensões, reproduzível em casa com o núcleo familiar através de uma versão “de bolso”, tendo sido posteriormente complementada com suportes de carácter informativo para divulgação dos dias, horários e locais de deposição e de recolha dos resíduos sólidos urbanos (RSU). A campanha conhecerá ainda uma segunda fase, em junho, nas comemorações da semana do ambiente, com a aplicação de autocolantes de chão em duas das principais artérias da cidade.

Em Aveiro e Coimbra, esta ação assumiu recentemente novo formato, através da colocação de painéis informativos nas viaturas afetas aos serviços especiais de recolha, que remetem para a limpeza urbana e recolha de resíduos indiferenciados.