SUMA reforça princípios de urbanidade

Assumindo a premissa que os espaços públicos a todos pertencem e que exigem de cada um o mesmo empenho e cuidado aplicado aos que utilizamos na esfera privada, a SUMA reforça este ano a sensibilização para as práticas de cidadania no centro do país, através da campanha “Disposto a Tolerar”.

“Até quando está disposto a tolerar que os outros sujem o que também é seu?” é a questão colocada aos munícipes de Aveiro, Alcobaça, Batalha, Constância, Ourém e Porto de Mós, para provocar o seu dever de implicação na fiscalização e reprovação social do comportamento de quem não cumpre as regras básicas em espaço público.

No seu segundo ciclo de intervenção, a campanha, que anteriormente teve ações em Vila Nova de Gaia, Ílhavo e Celorico de Basto, clarifica soluções simples para questões quotidianas de limpeza urbana – relacionadas com a remoção dos dejetos caninos, com a utilização de papeleiras, com o encaminhamento de objetos de grandes dimensões, com o cumprimento de horários de deposição de resíduos, por forma a evitar a acumulação e os maus cheiros, e com a valorização de matérias-primas –, denunciando a má conduta cívica individual como uma das razões de desperdício na utilização dos dinheiros públicos.

Estendendo-se entre novembro de 2014 e maio de 2015, a ação pretende exatamente alertar os munícipes para a percentagem de orçamento camarário dirigido à manutenção da limpeza urbana, que poderia ser poupado ou usado para fins mais nobres, se o nível de civismo fosse superior ao verificado em Portugal.

O contacto pró-ativo com a comunidade educativa do pré-escolar, e do 1º e 2º ciclo do ensino básico, através de sessões com métodos e suportes diversificados e adaptados a cada faixa etária, é a estratégia utilizada para potenciar a difusão de conteúdos e a eficácia da campanha. Como complemento às intervenções, foram produzidos folhetos, lanternas de bolso e bases de secretária para utilização na sala de aula, destinados a propagar e cimentar a mensagem para além do contacto.