SUMA desperta para mais produção a partir de lixo

Desconstruir a ideia de lixo como algo sem valor e substituí-la pela noção de resíduo, cujas matérias-primas devem ser aproveitadas e reintroduzidas em processos produtivos de novos bens, é o ponto de partida da campanha de sensibilização da SUMA, “Produzido com Lixo”.

Assumir que um urso de peluche, um banco de jardim, uma peça de motor de automóvel ou mesmo uma peça de roupa possam ser produzidos a partir de objetos tão distintos como sacos de plástico, embalagens para acondicionamento de produtos diversos e latas de alumínio, e estimular as rotinas de reciclagem são os objetivos desta campanha, que pretende aumentar os níveis de deposição seletiva de resíduos valorizáveis no concelho, indo ao encontro das diretivas e políticas europeias para esta área.

Desde o seu início, no passado ciclo de trabalhos, a campanha “Produzido com Lixo” marcou já presença junto de cerca de 23 mil alunos do 1.º ciclo do ensino básico dos municípios de Aveiro, Batalha, Constância, Ílhavo, Ourém e Santo Tirso, tendo sido distribuídos como materiais de reforço e divulgação dos conteúdos em contexto familiar individuais de mesa reutilizáveis, estojos e réguas escolares, folhetos e cartazes.

Nos municípios de Felgueiras, Lousada e Paços de Ferreira os munícipes foram alertados para as práticas e mais-valias da triagem e correto encaminhamento das várias tipologias de resíduos domésticos valorizáveis através da colocação de anúncios em 30 mil embalagens de sacos de pão, distribuídas pelas padarias aderentes.

Para além de relembrar os procedimentos de triagem e acondicionamento para recolha seletiva de papel, embalagens de plástico e vidro, pilhas, óleos alimentares usados, pequenos eletrodomésticos e resíduos orgânicos, esta ação esclarece sobre os passos que medeiam a colocação de um objeto no ecoponto e a sua reintrodução no processo produtivo, contrapondo tempos de degradação dos materiais quando enviados para aterro, com ganhos em recursos, energia, tempo e espaço, quando aproveitados, definindo claramente a reciclagem como uma prática de inteligência impulsionadora da economia e da poupança pública e doméstica, que inicia em cada um de nós.